Guia de
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (DSTs)

 

GONORRÉIA ("esquentamento") & CLAMÍDIA

  • Causadas por bactérias; a infecção começa de algumas semanas a alguns meses depois da relação sexual com uma pessoa infectada.
  • Nos homens, fazem com que um líquido (pus) saia do orifício do pênis. Também pode doer ao se fazer xixi (urinar). Os sintomas podem ser muito fortes ou muito brandos e quase imperceptíveis.
  • As mulheres geralmente apresentam sintomas muito brandos ou nenhum sintoma, mas se não forem tratadas, as moléstias podem evoluir para uma doença mais grave (D.I.P.) e fazer com que a mulher não possa ter filhos no futuro.
  • Essas doenças podem ser completamente curadas com antibióticos se tratadas no início.

HERPES

  • Causado por um vírus (micróbio) que pode ser tratado, mas não curado.
  • Os sintomas podem aparecer de 3 a 10 dias depois da relação sexual com uma pessoa que já tem a doença.
  • As feridas do herpes começam como bolhas que depois se rompem, formam pequenos orifícios na pele e depois criam crosta.
  • Em até 5 a 10 dias, elas saram e desaparecem.
  • Os micróbios ficam no corpo e as feridas podem voltar no futuro, ás vezes com freqüência.
  • As mulheres podem não saber que têm herpes porque as feridas podem estar dentro da vagina.

Proteja-se. LEMBRE-SE DE USAR A CAMISINHA.

VERRUGAS GENITAIS

  • Causadas por um vírus (Papilomavírus humano ou HPV).
  • Aparecem um ou muitos caroços ou saliências de um mês a um ano depois da relação sexual com uma pessoa infectada.
  • Geralmente podem não ser vistas na mulher porque todas podem estar dentro da vagina. Também podem ser muito pequenas para serem vistas com facilidade no homem. Pode se envolver a área infectada com vinagre para testar se há verrugas.
  • São mais graves nas mulheres porque podem virar câncer de colo do útero.
  • Têm tratamento. As mulheres devem fazer o exame de Papanicolau a cada novo parceiro sexual que tiverem.

SÍFILIS

  • Causadas por uma bactéria (um micróbio), as feridas aparecem de 3 semanas a 3 meses depois da relação sexual com uma pessoa infectada.
  • As feridas parecem orifícios na pele que possuem uma borda alta. Geralmente não doem.
  • As feridas desaparecem em algumas semanas, mas o micróbio continua no organismo e a doença reaparece na forma de uma erupção por todo o corpo.
  • A erupção também desaparece, mas os micróbios podem atacar outras partes do corpo anos depois.
  • A sífilis pode ser completamente curada em qualquer estágio com a penicilina.
  • Nas mulheres, as feridas podem estar escondidas na vagina.

As DSTs podem ser evitadas.

PIOLHOS NA REGIÃO PUBIANA ("chatos")

  • Insetos muito pequenos (3 mm) de um cor que vai do cinza ao marrom que vivem nos pêlos pubianos e provocam coceira.
  • São facilmente tratados com um remédio líquido colocado diretamente nos pêlos pubianos.

SARNA

  • É parecida com os piolhos na região pubiana, mas os ácaros são muito pequenos para serem vistos e vivem embaixo da pele.
  • Provocam feridas em todo o corpo que coçam muito.
  • É tratada com um remédio líquido aplicado em todo o corpo.
  • Roupas, lençóis e toalhas devem ser lavados depois do tratamento já que os ácaros podem viver neles.

VAGINITE

  • Infecção na vagina que geralmente provoca corrimento vaginal. O corrimento às vezes tem mau cheiro ou causa irritação.
  • Causada por um dos muitos micróbios que existem como o da gonorréia, a clamídia ou Candida. Também pode ser causada por outros micróbios como tricomonas ou bactérias que são normais dentro da vagina.
  • É descoberta com exame do corrimento ao microscópio.
  • Geralmente é fácil de ser tratada com o remédio adequado, o que depende do micróbio que a causou.

CANDIDÍASE

  • Causada por um fungo.
  • Provoca vermelidão e coceira embaixo do prepúcio (pele que cobre a cabeça do pênis) dos homens não circuncizados.
  • Na mulheres, provoca um corrimento vaginal branco grosso e que causa coceira.
  • É facilmente tratada com um creme ou comprimido fungicida.

HEPATITE

  • Grave doença viral que afeta o fígado.
  • Pode provocar febre, dores abdominais, fadiga, amarelamento dos olhos e da pele e escurecimento da urina.
  • É tratada com repouso. Existe uma vacina que evita que a pessoa seja infectada.

AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) /Infecção pelo HIV

  • A mais grave das DSTs, causada pelo HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). Faz com que a parte do corpo que defende o organismo contra doenças (o sistema imunológico) não funcione bem.
  • Não há sintomas visíveis durante os primeiros anos da infecção. Por isso não é possível saber se seu parceiro tem AIDS, a não ser que a pessoa faça o teste de HIV.
  • Pode levar a morte aproximadamente dez anos depois da pessoa ter sido infectada, mas agora existe um tratamento muito bom disponível.
  • A AIDS é uma doença que pode ser evitada. Espalha-se pelo sexo e pelo uso de drogas com compartilhamento de agulhas e seringas.

Elaborado pelo Dr. Robert Taylor.
Robert Taylor, M.D.
1755 Beacon Street
Brookline, MA 02445

Site na Internet: www.roberttaylormd.com
Copyright 1994